Programa

31 de Outubro de 2018

9h00 Sessão de abertura no Museu da Ilha de Moçambique

Conferência de abertura – Prof. Doutor Francisco Pedro dos Santos, Reitor da Universidade do Lúrio: “Dimensões do conhecimento no imaginário sobre o Oceano Índico”

10h30 – Intervalo

10h45 – A Carreira da Índia e a Ilha de Moçambique

Maria Augusta Lima Cruz: Na rota da Carreira da Índia: Camões e Couto na Ilha de Moçambique

André Teixeira e Patrícia Carvalho: O Estado da Índia a bordo através da arqueologia: diversidade étnica e social na fragata Santo António de Taná (1697)

Artur Teodoro de Matos: Religiosidade e comportamento na Carreira da Índia em Seiscentos

Laurinda Abreu: A presença de cirurgiões, boticários e médicos portugueses em Moçambique e na Índia (séculos XVI-XVIII)

12h40 – Almoço

14h00 – Visita ao Palácio de São Paulo e à Fortaleza de São Sebastião

.

1 de Novembro de 2018

08h30 – Africanos, indianos e europeus: migrações e redes comerciais

João Paulo Oliveira e Costa: Moçambique: de extremo ocidente da Ásia a centro do mundo. Um episódio da primeira globalização

Pius Malekandathil: Portuguese and the Changing Meanings of Trade between Moçambique and Coastal Western India, 1500-1750

Amélia Polónia: Connecting Indo-Portuguese worlds Women as go-betweens in the Portuguese State of India From the “Prazos do Zambeze” to informal ways of sociability.

Luís Filipe F. R. Thomaz: O comércio do marfim entre a África Oriental e a Índia

10h30 – Intervalo

10h45 – Africanos, indianos e europeus: migrações e redes comerciais

Franz Halbartschlager: Four years in Mozambique. History of the Austrian base in the Delagoa Bay (1777 – 1781)

Celsa Pinto: Exploring the dynamics of the late eighteenth century Moçambique-Índia commercial circuit: strategies for survival and revival

Ernestina Carreira: Negócios de família e redes de parentesco. Os armadores de Moçambique e seus sócios da Índia. Anos 1770-1822

Fatima Gracias: Goans on the move to Moçambique: doctors, administrators, priests, soldiers and degredados

 13h00 – Almoço

14h30 – Africanos, indianos e europeus: migrações e redes comerciais

Charles J. Borges: Jesuit economic contacts between Goa and East Africa: bridging two continents to fund the catholic missions

Paulo Teodoro de Matos: A África Oriental e a Índia Portuguesa em 1720: um retrato sócio-demográfico

Remy A Dias: Agrarian Goa and Mozambique–trade, commerce and consumption, 1850-1950

16h00 – Conclusão dos trabalhos

.

2 de Novembro de 2018

07h00 – Visita à Cabeceira

13h00 – Almoço

14h30 – Identidades religiosas, territórios e configurações políticas na costa oriental africana

José Alberto R. Silva Tavim: A inquisição e os seus réus moçambicanos: um perfil possível dos sentenciados

Eugénia Rodrigues: “Lhe dei a sua alforria e liberdade que por esta torno a repetir”: escravatura e manumissão na sociedade colonial de Moçambique

Timothy D. Walker: Legitimate conscription or illegal enslavement? Compulsory service and portuguese use of african troops from Mozambique as a countervailing force in colonial Goa during the crisis in British India, 1857-1860

Aurélio Rocha: A mesquita do Gulamo, uma referência na afirmação do islão moçambicano

16h30 – Conclusão dos trabalhos

.

3 de Novembro de 2018

8h30 – Identidades religiosas, territórios e configurações políticas na costa oriental africana

Maurício Regulo e Pedrito Cambrão: Configurações religiosas, culturais e políticas na costa moçambicana

Paulo Sousa Pinto: Conquista, reforma e El Dorado – a “empresa do senhorio do Monomotapa” no contexto dos impérios ibéricos no século XVI

João Teles e Cunha: O Monomotapa e os portugueses na luta pelo sertão moçambicano (ca. 1596-1631)

Arlindo Caldeira: O patriarca D. Afonso Mendes e o fim do sonho etíope

10h30 – Intervalo

10h45 – Cultura material e visual no Índico

Sidh Losa Mendiratta: Uma planta inédita de finais do século XVII da fortificação de São Sebastião, Ilha de Moçambique

Mónica Esteves Reis: Arte a bordo. Retábulos da Província do Norte e Goa na prelazia de Moçambique

Alice Santiago Faria: Mobilidades e obras públicas: permanências entre os antigos territórios do Estado da Índia

Carla Alferes Pinto: Cultura material e memória na Ilha de Moçambique. Madalena de Cagigal e Silva e o Museu de Arte Sacra (1966)

13h00 – Almoço

14h30 – Moçambique – cidade bicentenária

Moisés Timba: O núcleo urbano da Ilha de Moçambique na costa oriental africana sob auspícios da ocupação militar portuguesa

Ana Paula Wagner: Os antecedentes da elevação da vila de Moçambique à condição de cidade (1800)

Manuel Lobato: A actividade da Câmara da Ilha de Moçambique através dos seus ‘livros de actas’ (1799-1863)

Milton Lampião Borges Novela: Cultura material e criação de centro de interpretação polinucleado na ilha de Moçambique

17h30 – Sessão de encerramento do XV SIHIP

Fatima Gracias e Luís Filipe Thomaz: “40 anos de historiografia indo-portuguesa”

Anúncios